ARTE DO MUNDO, MUNDO DA ARTE – GRÁTIS – CENTRO MARIA ANTONIA – USP

http://mariantonia.prceu.usp.br/?q=eventos/arte-do-mundo-mundo-da-arte

 
palestra

20 de outubro
terça, às 20h

arte do mundo, mundo da arte
Ronaldo Brito, Sonia Salzstein 
e José Augusto Ribeiro
entrada franca
retirar senha 30 min. antes
 
No dia 20 de outubro, às 20h, acontece no Centro Universitário Maria Antonia a palestra Arte do mundo, mundo da arte, com Ronaldo Brito, Sonia Salzstein e José Augusto Ribeiro.
A conversa gira em torno de uma cruel ironia histórica – como a demanda de vir a público, constitutiva da modernidade e acirrada pelo experimentalismo do anos 1960 e 70, acabou por se concretizar com o sinal inverso. Público era a dimensão política, democrática, dentro da qual a arte pretendia atuar com eficácia crítica, com seus próprios meios autônomos, no processo de formação do sujeito contemporâneo. Manifestamente, público virou hoje público consumidor e a arte parece ter encontrado o seu lugar no mundo como parte da indústria do entretenimento e do turismo. A ironia torna-se ainda mais cruel quando se constata que as rupturas formais da Instalação e do Site-Specific, por exemplo, talvez sejam as que melhor se adaptem à condição de mercadorias da sociedade do espetáculo, à sua escala e velocidade, enfim, à sua voracidade consumista.

Ronaldo Brito é professor no curso de especialização em História da Arte e Arquitetura no Brasil e do programa de pós-graduação em História Social da Cultura na PUC-RJ. Publicou, entre outros, Experiência crítica (Cosac Naify, 2005) e Neoconcretismo: vértice e ruptura do projeto construtivo brasileiro (Cosac Naify, 2007).

Sônia Salzstein é professora de História da Arte e Teoria da Arte do Depto. de Artes Plásticas da ECA-USP, onde coordena o Centro de Pesquisa em Arte Brasileira. Organizou, entre outros, Tarsila, anos 20 (Página Viva, 1997), Fronteiras (Itaú Cultural, 2006) e Modernismos (Cosac Naify, 2007).

José Augusto Ribeiro é crítico de arte e foi curador das exposições Storyboard: José Damasceno – monográficas (Centro Cultural São Paulo, 2012), Antonio Malta e Erika Verzutti (Centro Cultural São Paulo, 2012) e Um mundo a perder de vista – Guignard (Fundação Iberê Camargo, 2008)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s