RAUL BISSAU ESCREVE ATRAVÉS DO FACEBOOK

 
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=970701039640258&set=a.296202157090153.69083.100001011129275&type=3

Por Raul Bissau 

01 de novembro de 2015

Certo, acompanhado aqui do BB King e suas Luciles, estou pensando que, para além dos estereótipos, entropias culturais, aculturações, colonizações ideológicas, mercado, a reflexão é, cá com as minhas elucubrações, imagino, que pessoas de idade intermediaria como eu, cresceu vendo a evolução da imagem/imaginário das bruxas, e como com o passar dos anos, de acordo com as movimentações e evoluções femininas, as imagens tidas como como feias, com verrugas nos narizes enormes e roupas rasgadas/desfiguradas evoluíram para “modelitos super/sexy,´´ bem delineados quando em quadrinhos, principalmente – próximas da criação de Paolo Serpieri e sua personagem principal(HQ p.a)- misto de desejo e perversão, reparem as últimas grandes produções para TV, das bruxas exuberantes, lábios negroides( objeto de desejo – tipo Angelina Jolie), batons cintilantes e roupas com tecido de última geração, percebam, por mais que o dia das bruxas seja comemorado ou amaldiçoado, no emblemático 13 de agosto, o 13 e associado mundialmente a coisas ruins, um estigma da derivação histórica e secular como – azar, primeira guerra mundial, vesúvio em Pompeia, Muro de Berlim, bomba atômica em Nagasaki e Hiroshima, arcano da morte no tarô, e Jesus Cristo, na perspectiva revolucionaria – também foi crucificado no dia 13; no Brasil – o “13 de maio´´ -, suicídio de Getúlio Vargas, renúncia de Jânio Quadros, morte de Juscelino Kubtscheck, acrescentando a isto, fundamentalmente – o fato do PT ser também 13 – e a presidenta Dilma(bruxa), evidente, ser mulher, e estar gerando um imenso desiquilíbrio nas relações de gênero e status quo, sequenciando o iniciado em 2003 , portanto – espécie de modelo inquisitório da contemporaneidade – ou seja, fogueira contemporânea, o que explica e justifica estarmos ouvindo dizer, e muito – vamos deixar sangrando, escravocrata – mente falando, no tronco do planalto central – concretamente – tem melhor exemplo? Teorias da conspiração, não – ação ILUMINATI, talvez, por hora, apenas operando com fatos e realidades históricas, considerando a negação do 13 e a elevação e construção positiva, também secular do 12 – dúzia, meses do ano, número de apóstolos, etc….; então, neste momento político nefasto, do Brasil e do mundo, de formas diferentes, onde não só, os úteros e os direitos femininos estão sendo covardemente agredidos por uma parcela significativa de – machos – desprovidos de nenhuma generosidade, reflexão seria, inclusive com aquelas que os pariram, fica aqui a reflexão deste e de muitos outros homens que estejam também fazendo um esforço, grande, para se livrar do machismo intrometido e reprocessado em suas – infelizes benesses, em que pese – somente, para fins de conhecimento – racialmente falando – serem infinitamente menor, também para o homem negro . Isto mais parece o fim dos tempos, onde o feminino, sexo complementar, não oposto, cunhado por e com algum objetivo também de superioridade, está sendo duramente amaldiçoado, massacrado, simplesmente por exigir mais espaço e direitos, enfim, no limite da entrega, na busca também da maior compreensão deste universo – perdoem por qualquer deslize de redação ou pensamento – viagens e realidades, no fundo, um viva, ao sagrado, a menstruação e as novas formas de pensar e compor o feminino do presente/futuro, solidariamente falando, que pensam……..
Um viva a todas também, Hécate do presente.
#‎foracunha‬

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s