As ruas de Paris são tão familiares para mim quanto as de Beirute

*Porque o mundo ocidental é sempre mais importante que o oriental? quantas crianças, mulheres e civis morreram e ainda morrem vítimas dos ataques dos EUA no Oriente Médio? Nenhuma carnificina pode ser mais relevante que outra, todas são terríveis! Todas são produto de ataques covardes, ou será que ataques a escolas infantis no Oriente são menos covardes e terríveis do que ataques a teatros em Paris?

Nadia Gal Stabile – 14 11 2015


https://pt.globalvoices.org/2015/11/14/as-ruas-de-paris-sao-tao-familiares-para-mim-quanto-as-de-beirute/

As ruas de Paris são tão familiares para mim quanto as de Beirute 

 

Meme widely shared in solidarity with the victims of the Paris attacks.

Imagens de solidariedade às vítimas dos ataques em Paris que circulam nas redes sociais.

Venho de uma comunidade Francófona privilegiada no Líbano. Isso significa que sempre enxerguei a França como minha segunda casa. As ruas de Paris são tão familiares para mim quanto as ruas de Beirute. Estive em Paris há poucos dias, aliás.
Foram duas noites horríveis de violência. A primeira tirou a vida de mais de 40 pessoas em Beirute; a segunda, de mais de 120 em Paris.
Também me parece claro que, para ao mundo, a morte do meu povo em Beirute não importa tanto quanto a do meu povo em Paris.
Nós não ganhamos um botão de “seguro” no Facebook. Nós não ganhamos pronunciamentos tarde da noite dos homens e mulheres mais poderosos do mundo, e de milhões de usuários das redes sociais.
Nós não mudamos políticas que vão afetar as vidas de incontáveis refugiados inocentes.
Não podia estar mais claro.
Digo isto sem ressentimento algum, apenas tristeza.
É difícil ter que admitir que, apesar de tudo que já foi dito, apesar de toda a retórica progressista que tenhamos conseguido criar sob a forma de uma voz humana aparentemente unida, a maioria de nós, membros desta espécie estranha, segue excluída das principais preocupações do mundo.
E eu sei que quando digo “mundo”, já estou excluindo boa parte do mundo. Porque é assim que estruturas de poder funcionam.
Eu não são importante.
Meu “corpo” não importa para o “mundo”.
Se eu morrer, não fará diferença alguma.
Mais uma vez, digo isso sem nenhum ressentimento.
Esta é apenas a constatação de um fato. É um fato político, sim, mas não deixa de ser um fato.
Talvez eu até deveria ter algum ressentimento, mas estou muito cansado. É um peso grande ter que se dar conta disso.
Sei que tenho sorte porque, quando eu morrer, serei lembrado por meus amigos e entes queridos. Talvez meu blog e minha presença online gerem algumas manifestações de pessoas de outros países. Essa é a beleza da internet. E mesmo ela está fora de alcance para muitos.
Nunca havia percebido tão claramente o que Ta-Nehisi Coates quis dizer quando ele escreveu sobre o corpo negro nos Estados Unidos. Acho que há uma história sobre o corpo árabe que deve ser contada também. O corpo ameríndio. O corpo indígena. O corpo latinoamericano. O corpo indiano. O corpo curdo. O corpo paquistanês. O corpo chinês. E tantos outros corpos.
O corpo humano não é um só. Deveria ser, a esta altura. Talvez isso em si mesmo já seja uma ilusão. Mas talvez seja uma ilusão que vale a pena preservar, porque sem esse desejo vago de unidade não sei em que tipo de mundo estaríamos vivendo agora.
Alguns corpos são globais, enquanto outros são apenas locais, regionais, “étnicos”.
Meu coração está com todas as vítimas dos ataques de ontem e anteontem, e com todos aqueles que serão discriminados por conta das ações de alguns assassinos e da falha geral da humanidade de se imaginar como uma entidade unida.
Minha única esperança é que consigamos ser fortes o suficiente para gerar respostas opostas àquelas que esses criminosos desejam. Quero ser otimista e dizer que estamos quase lá, onde quer que esse “lá” seja.
Precisamos falar sobre essas coisas. Precisamos falar sobre raça. Não tem jeito.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Milenar - Construindo um novo Amanhã

Roteiro para um Mundo Novo

DITIRAMBOS

Poemas, Ensaios, Críticas, Biografias, Tudo Sobre Poesia e Poetas Realmente Importantes. A Poesia em Diálogo com outras Artes. A isso se propõe o Ditirambos. Haroldo de Campos: Não importa de fato chamar o poema de poema: importa consumi-lo, de uma ou outra forma, como coisa.

biobiosaudefeminina

Saúde Feminina & Absorventes Reutilizáveis

Socializando Saberes

Somos o que compartilhamos...

Oceano de Letras

Just another WordPress.com site

Ensaios, Ideias e Reflexões

"Suba ao monte e contempla a terra prometida; mas não direi que entrará nela."

Afeto é deixar-se afetar

Por Alexandra Mandalla

Nadia Gal Stabile - Arte digital

Arte Digital de Nadia Gal Stabile

Farofa Filosófica

Ciências Humanas em debate: conteúdo para descascar abacaxis...

eladiofernandez

Luz sobre sombras. Café cultural.

CARMELIANA

Arte e Literatura

Estudantesporemprestimo's Blog

Just another WordPress.com weblog

Instituto Augusto Boal (blog oficial)

Preservar e fomentar o legado de Augusto Boal

Notícias

Sua melhor fonte de informações no Brasil sobre o ator sul coreano Jung Kyung Ho

EL ROBOT PESCADOR

pescando noticias de aquí y de allá...

Sustentabilidade e Democracia

Contribuindo Para um Mundo Mais Justo

Douda Correria

Nascida em 2013, a Douda Correria tem uma linha editorial muito ténue, tão ténue que quase não se vê, uma linha que mais do que se ver pressente-se nos títulos que por paixão vai dando à estampa. No seu labirinto de afectos encontram-se autores de várias línguas, sendo o que de mais belo há neles a capacidade de inventar sua própria linguagem sem menosprezar a dos outros. É possível que nada disto faça sentido, é até desejável que nada disto faça sentido. Um cavalo alucinado também não faz sentido, no entanto galga e prossegue sob a espora. (Contacto: doudacorreria107@gmail.com - Facebook: https://www.facebook.com/doudascorrerias/)

Saindo das prateleiras

Exterminando as traças e os troços

Leonardo Boff

O site recolhe os artigos que escrevo semanalmente e de alguns outros que considero notáveis.Os temas são ética,ecologia,política e espiritualidade.

radioproletario

Comuna Libertária - Palavra Libertária

professores contra o escola sem partido

Educadoras, educadores e estudantes contra a censura na educação

JORNALIVRE

O jornalismo em prol da liberdade

RE-EVOLUCIÓN

Combatiendo al fascismo internacional

Hits Perdidos

Em busca do próximo grande hit

Alice Duarte Soluções Sistêmicas

Atendimentos em grupo e individual (presencial e on-line) e workshops teórico-vivenciais. Facilitação de processos de autoconhecimento, solução de conflitos, tomada de decisão, diagnóstico e cura emocional através da Constelação Sistêmica Familiar e Organizacional (Hellinger Sciencia).

Lida Diária

conjuntura política e contextos de luta - por Marcelo Castañeda

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close