JOSÉ ÂNGELO GAIARSA

JOSÉ ÂNGELO GAIARSA
diz que temos dois metros quadrados de pele!e exatamente por esta razão,um toque diz muito mais do que milhões de palavras!
” os sistemas sociais têm sido extremamente coercitivos e restritivos. Depois de cegado e emudecido se pode levá-lo para qualquer lugar que ele não percebe quase nada. Depois de automatizado, serve ao sistema.”
“Provavelmente toda a magia – tão importante na história da Humanidade – tem seu fundamento na respiração”.
” Pergunta muito importante: por que somos levados, pelas nossas graves distorções pedagógicas, a considerar sexo uma coisa antes degradante, quando ele pode ser, para todos, a mais concreta das experiências do divino? Por que, como fazemos com as palavras, transformamos o melhor em pior? Somos deveras uns tristes palhaços. Quanto mais ‘alto’, mais palhaço. Um antropólogo alienígena estouraria de rir ante esta comédia ao mesmo tempo tão ridícula- aos olhos da inteligência- ou dos olhos; e tão dramática para o sentir.”
(…) A intimidade é conseguida através da carícia da dança, a dança inventada pelos dois, a dança de Shiva”, sugere Gaiarsa. Além disso, ele afirma que atualmente não faltam relações sexuais, mas relações pessoais.Admirador dos números e apaixonado pela neurofisiologia, Gaiarsa explica que o homem tem dois metros quadrados de pele e, entre eles, 500 mil sensores táteis. “Como alguém pode dizer que conheceu toda a pele do outro?”, pergunta criticamente ao constatar que hoje o tocar foi substituído pelo olhar. “As pessoas gastam muito dinheiro hoje em dia para serem olhadas, mas não para serem tocadas. Basta ver o número de cirurgias plásticas realizadas, a quantidade de cosméticos vendidos e a proliferação de academias de ginástica”, observa. “Ainda existe muita objeção contra o toque. A nossa educação consiste em engessar o corpo. Precisamos libertar-nos dos ‘nãos’ ouvidos na infância, mas para libertar-se é preciso ser um libertário”, adverte.(…) http://www.sinpro-rs.org.br/extraclasse/out04/comportamento_imp.htm
“O útero é a nossa primeira sala de aula”.
“para todos os seres humanos é fundamental o contato, o toque, a proximidade e a carícia. Falta-nos proximidade, contato; não trocamos carícia nem gostamos que toquem em nós. Quanto mais civilizados, mais assépticos, mais distantes e mais frios. Apenas palavras. Pouca mímica. Nenhum contato. Por isso foi tão fácil inventar robôs”

*postado anteriormente em:
http://pichacoes2.blogspot.com.br/2008/04/jose-angelo-gaiarsa-diz-que-temos-dois.html
 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s