FUNDAÇÃO CACIQUE COBRA CORAL E AS CHUVAS

*via amigo Guilherme
http://www.fccc.org.br/imprensa.asp

Revista Istoé
São Paulo, 17 de Janeiro de 2016
Coluna Ricardo Boechat Com Ronaldo Herdy
Esoterismo Na China
A Fundação Cacique Cobra Coral — entidade que afirma controlar o clima e tem contrato com o Ministério de Minas e Energia, o Estado e Prefeitura do Rio para afastar tempestades ou fazer chover nos reservatórios da hidrelétricas — vai embora do Brasil. A médium Adelaide Scritori, que diz incorporar o cacique, estuda proposta de um grupo chinês para reduzir a poluição por lá através das chuvas. O contrato teria de ser exclusivo e foi considerado “irrecusável”. Inclui uma ajuda de custo de US$ 1 milhão por mês mais despesas fixas. A médium diz que vai “consultar o cacique” já que recusou no ano passado um convite semelhante da Austrália devido à crise hídrica que passava o Brasil.
Portal FCCC
Rio de Janeiro, 31 de Dezembro de 2015
Fundação Cacique Cobra Coral foi convocada para prevenir chuvas do Rio na virada
Direto de Copacabana

31/12/2015
Para evitar que a chuva e o vento atrapalhe a festa de Réveillon do Rio de Janeiro, como ocorreu ontem(30), quando ventos acima de 105 km chegaram provocar o fechamento da ponte Rio Niterói, a prefeitura acionou os serviços da Fundação Cacique Cobra Coral, que trabalha intervindo nos desequilíbrios naturais. O porta-voz da fundação, Osmar Santos, disse que a parceria faz parte de um convênio operacional entre as partes.
De acordo com ele, a operação que está sendo efetuada no Rio de Janeiro tem finalidades que ultrapassam uma virada do ano sem surpresas. Osmar explicou que o grupo vem atuando desde o final de setembro para Antecipar o Período chuvoso na Primavera para levar as chuvas para SP (Vale do Paraíba) e Sul de MG onde estão as nascentes do rio Paraíba do Sul, o Sistema Cantareira e Furnas, que que estavam à beira de um um racionamento de energia e Água por falta de chuvas nas usinas e represas. “Outra região que esta sendo beneficiada é Mariana e o rio Doce, castigados por um desastre ambiental recentemente, comenta.

O porta-voz disse também que às 22h05 desta quarta -feira, o Alerta Rio, da Defesa Civil, cancelou o Estado de Atenção que estava sobre toda a cidade e retomou o Estado de Vigilância. Segundo ele, isso aconteceu porque com a dissipação das chuvas para os mananciais não há mais condição para chuvas intensas. Para madrugada desta quinta-feira (31/12) onde a previsão é de céu nublado passando a parcialmente nublado, sem ocorrência de chuva.

O porta-voz contou ainda que a operação vai servir para minimuzar os efeitos do verão de 2016 “que promete”.

“Na natureza, nada se cria, tudo se transforma, mas o que conta são os interesses difusos (coletivos) que através dos governos conveniados estão acima dos individuais, privados”, finalizou.

G1 Vale do Paraíba e Região
SP – Vale do Paraíba e Região, 25 de Dezembro de 2015
Bacia do Paraíba do Sul dobra volume de água em um mês
Volume subiu de 8,1% para 16,7% da capacidade em dezembro.
O nível das quatro represas que formam a bacia do Rio Paraíba do Sul estão com o dobro do volume de água no comparativo com o mês passado. Na última quarta-feira (23) as represas operavam com 16,7% da capacidade e, no dia 23 de novembro, registravam 8,1%.
A informação é da Agência Nacional de Águas (ANA). As represas que compõem o reservatório são Santa Branca, Jaguari e Paraibuna, em São Paulo; e Funil, no Rio de Janeiro.
A chuva acumulada na bacia em novembro é de 214,9 milímetros e o previsto para esse mês é de 219,4 milímetros, segundo a Sabesp.
Cantareira
O Sistema Cantareira, que abastece São Paulo e a Grande São Paulo, está próximo de sair do volume morto e voltar ao volume útil. O nível está 1,6% negativo e, há um mês, estava com a capacidade negativa em 10,4%.
Desde julho do ano passado o volume morto está sendo usado no sistema Cantareira. Se continuar chovendo neste ritmo, é provável que o sistema Cantareira saia do colume morto ainda neste ano. A previsão inicial era que o sistema só sairia do volume morto em abril de 2016.

PS: Balanço de primavera:
O Sistema Cantareira teve o dobro de chuva nesta primaveira em relação à mesma estação do ano de 2014, segundo levantamento do G1 feito com base nos dados divulgados diariamente pela Sabesp. A estação, que começou em 23 desetembro, terminou às 2h48 da terça-feira (22). Foi também a primavera com maior volume de água acumulado desde 2009.
O manancial recebeu 527,2 milímetros de chuva no período, maior marca dos últimos seis anos. A precipitação é 100% maior que a do inverno do ano passado, quando choveram 236,1 mm, mas muito menor que a marca de sete anos atrás: 755,9 mm, em 2009.
As chuvas na primavera seguiram o ritmo de precipitações demonstrados no inverno. A estação do frio também foi a mais chuvosa desde 2009.

Revista Glamurama
São Paulo, 01 de Dezembro de 2015
Fundação Cacique Cobra Coral dá data para o fim da crise hídrica
UOL-Glamurama – com Barbara Tavares
Nem só de más notícias vive a presidente Dilma Rousseff. Por intermédio do governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, ela tem recebido diariamente informes da Fundação Cacique Cobra Coral, entidade esotérica especializada em fenômenos climáticos, no monitoramento meteorológico e conveniada com o Ministério de Minas e Energia, o governo do Estado do RJ e a Prefeitura do Rio.
Os relatórios apontam uma tendência de elevação nos níveis dos reservatórios do Sudeste antes do verão chegar. Com isso, o governo poderá anunciar em breve a redução nos preços da energia. O informe mais recente diz que, após a antecipação do período chuvoso ainda na primavera, prometido pela entidade em 27 de setembro, mais três poderosos fenômenos voltarão a atuar no Sudeste para ajudar a elevar o nível dos mananciais: Alta da Bolívia, Baixa do Chaco e ZACS (Zona de Convergência do Atlântico Sul).
A região Sudeste vai continuar recebendo um verdadeiro bombardeio de chuva nos próximos dias.

INÍCIO 

var linkwithin_site_id = 2445455; http://www.linkwithin.com/widget.jsRelated Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s