Acompanhe programas e políticas de educação integral no decorrer da história brasileira


http://educacaointegral.org.br/historico/


Acompanhe programas e políticas de educação integral no decorrer da história brasileira

2007
2007-Programa-Mais-EducacaoProjeto/ Programa: Programa Mais EducaçãoAno: 2007Área de Abrangência: BrasilResumo: O Programa Mais Educação é um dos objetivos do Plano de Desenvolvimento em Educação e a principal ação indutora para a agenda de educação integral no país. Criado em 2007, no governo Lula, o programa tem como foco a ampliação da jornada escolar e reorganização curricular, visando uma educação integral, com um processo pedagógico que conecta áreas do saber à cidadania, ao meio ambiente, direitos humanos, cultura, artes, saúde e educação econômica. O Programa é coordenado pela Coordenação de Ações Educacionais Complementares da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (SECADI/MEC), em parceria com a Secretaria de Educação Básica (SEB/MEC) e com as Secretarias estaduais e municipais de educação. Criado pela Portaria Interministerial nº 17/2007, o Mais Educação aumenta a oferta educativa nas escolas públicas por meio de atividades optativas que foram agrupadas em macrocampos, como, por exemplo, acompanhamento pedagógico, meio ambiente, esporte e lazer, direitos humanos, cultura e artes, cultura digital, prevenção e promoção da saúde, educomunicação, educação científica e educação econômica. As atividades tiveram início em 2008, com a participação de 1.380 escolas, em 55 municípios, nos 27 estados para beneficiar 386 mil estudantes. Em 2009, houve a ampliação para cinco mil escolas, 126 municípios, de todos os estados e no Distrito Federal com o atendimento previsto a 1,5 milhão de estudantes, inscritos pelas redes de ensino, por meio de formulário eletrônico de captação de dados gerados pelo Sistema Integrado de Planejamento, Orçamento e Finanças do Ministério da Educação (SIMEC). Hoje, o Mais Educação está em quase 60 mil escolas nos 26 estados e Distrito Federal.
Referências:
Ministério da Educação
2006
2006-Escola-Integrada-de-Belo-HorizonteProjeto/ Programa: Escola Integrada de Belo HorizonteAno: 2006Idealizador(a): Secretaria Municipal de Educação Belo Horizonte (2006-2010)Área de Abrangência: Belo Horizonte (MG)Resumo: A partir do conceito de Bairro-escola, de Cidades Educadoras e de Educação Integral, a Secretaria Municipal de Belo Horizonte, desenvolveu o Programa Escola Integrada, que tinha como grande objetivo fortalecer a relação entre a escola e a comunidade onde se inseria. O programa ampliava a jornada educativa para nove horas diárias e uma integração ao currículo de novas atividades pedagógicas, em diálogo com formação pessoal, artes, esporte, cultura e lazer. Além das próprias escolas, as atividades mobilizam parques, centros culturais e outros espaços comunitários, que recebem os estudantes em parcerias efetivamente colaborativas. O poder público também atua articulado, integrando diferentes secretarias. E, para apoiar as escolas na oferta de oficinas, o Programa congregava estudantes universitários para apoiar as escolas na execução de atividades. A escola recebia um cardápio de oficinas e seu professor comunitário (havia um por unidade) determinava com os estudantes e corpo docente quais seriam as oficinas ali oferecidas. Por fim, cada escola operava seu orçamento para o programa de forma autônoma: a verba era depositada em caixas-escolares e a escola tinha liberdade, dentre os critérios dispostos da secretaria, para estruturar suas ações.
Referências:
Associação Cidade Escola Aprendiz
*O programa continua, porém tem outras características.
2006
2006-Bairro-escola-Nova-IguacuProjeto/ Programa: Bairro-escola Nova IguaçuAno: 2006*Idealizador(a): SME Nova Iguaçu (2005-2010)Área de Abrangência: Nova Iguaçu (RJ)Resumo: Sob a égide da educação integral e do conceito de Bairro-escola, desenvolvido pela Associação Cidade Escola Aprendiz a partir de experiências práticas em diversas localidades brasileiras, a prefeitura de Nova Iguaçu criou e implementou o programa Bairro-escola Nova Iguaçu. No programa, praças, clubes comunitários, teatros e até as próprias ruas viraram espaços educativos. Como extensão das salas de aula, esses espaços eram acionados pelas escolas em parceria com o governo municipal, oferecendo aos estudantes outras possibilidades educativas, sempre ancoradas no currículo e na proposta pedagógica da escola. Além da reformulação curricular e mudança no papel dos professores, assumindo dentro da escola, novos agentes educativos, o Bairro-escola propôs a reconfiguração da cidade como um todo. O projeto era concebido intersetorialmente e reunia todas as secretarias sob a agenda da educação integral.
Referências:
Associação Cidade Escola Aprendiz
*O programa continua, porém tem outras características.
2002
2002-Comunidades-de-AprendizagemProjeto/ Programa: Comunidades de AprendizagemAno: 2002Idealizador(a): Núcleo de Investigação e Ação Social e Educativa (NIASE) da Universidade Federal de São Carlos e Instituto Natura a partir das investigações e estudos do Centro Especial en Teorias Y Prácticas (Crea), da Universidade de Barcelona.Área de Abrangência: Barcelona e diferentes cidades brasileirasResumo:Desenvolvido em inúmeras escolas espanholas e pesquisado pelo Centro Especial en Teorias Y Prácticas (CREA), da Universidade de Barcelona, o conceito de Comunidades de Aprendizagem consiste em uma série de ações desenvolvidas pela comunidade escolar e da comunidade do entorno para transformar social e culturalmente a escola e o território. A partir de uma investigação ativa do projeto politico pedagógico, as instituições escolares são convidadas a repensar sua participação na comunidade e os melhores caminhos para maximizar a aprendizagem dos estudantes. A prática acontece em muitas escolas de Barcelona, em diálogo com a agenda de Cidade Educadora, promovida pela Associação Internacional de Cidades Educadoras (AICE). No Brasil, o conceito é estudado pelo Núcleo de Investigação e Ação Social e Educativa (NIASE) da Universidade Federal de São Carlos e testado em diferentes cidades brasileiras com o apoio do Instituto Natura a fim de viabilizar caminhos para o conceito apoiar a estruturação de novas políticas públicas educacionais.
Referências:
Núcleo de Investigação e Ação Social e Educativa
2000
2000-Centros-Educacionais-UnificadosProjeto/ Programa: Centros Educacionais Unificados (CEUs)Ano: 2000Idealizador(a): Governo Marta SuplicyÁrea de Abrangência: São Paulo (SP)
Resumo:
Os Centros Educacionais Unificados (CEUs) foram criados em 2000, na capital paulista durante a gestão da prefeita Marta Suplicy (PT). Os centros, que existem até hoje e permaneceram como política de governos posteriores, são constituídos por creche, educação infantil e fundamental, além de estruturas para desenvolver práticas educacionais, recreativas e culturais no mesmo espaço da formação escolar e têm como proposta agregar a comunidade do entorno à oferta de atividades.
Referências:
Ministério da Educação, Educação integral : texto referência para o debate nacional – Brasília : Mec, Secad, 2009.ceegp

Projeto/ Programa: Centro de Ensino Experimental Ginásio Pernambucano – CEEGPAno: 2000Idealizador(a): Instituto de Co-Responsabilidade pela Educação (ICE), em parceria com a Secretaria de Educação do Estado de PernambucoÁrea de Abrangência: de início em Pernambuco, mas segue em expansão para vários estados do país desde 2008.
Resumo:
A partir do ano 2000, foi iniciado um processo de revitalização da segunda escola mais antiga em atividade no Brasil, o Ginásio Pernambucano. A partir de 2004, a escola passou a funcionar como Centro de Ensino Experimental desenvolvendo um modelo de educação com inovações em conteúdo, método e gestão para o ensino médio, orientado por práticas pedagógicas e de gestão participativas com forte envolvimento dos jovens atuando como protagonistas do processo educativo.
Concebido pelo Instituto de Co-Responsabilidade pela Educação – ICE, este modelo inovador opera um currículo plenamente integrado entre as diretrizes e parâmetros formulados pelo Ministério da Educação e as inovações fundamentadas na diversificação e enriquecimento necessários para apoiar o estudante na elaboração do seu Projeto de Vida – essência da proposta e no qual reside toda a centralidade da proposta curricular. A ampliação do tempo de permanência de estudantes e dos educadores é parte do conjunto de estratégias fundamentais que materializam os princípios e fundamentos da iniciativa.
Dentre as várias premissas para a sua operação, a permanente e qualificada capacitação da direção, da equipe pedagógica e administrativa e da comunidade de pais e estudantes também é parte fundamental do seu modelo de gestão.
O modelo inspirou até o ano de 2007, a criação de 20 escolas em tempo integral nas diversas macrorregiões do estado de Pernambuco – em 2008 foi transformado em política pública por Lei estadual e atualmente, na região, cerca de 160 escolas operam nesse formato. Desde então a proposta foi expandida por meio de cooperação entre o ICE, parceiros como o Instituto Natura e Secretarias de Educação estaduais e municipais para outras escolas no Ceará, Piauí, Sergipe, São Paulo, Goiás e nas cidades do Rio de Janeiro (RJ), Fortaleza e Sobral (CE) e Recife (PE).
Referências:
ICE Brasil.
1993
1993-Centro-de-Atencao-Integral-a-Crianca-e-ao-AdolescenteProjeto/ Programa: Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente (CAIC) de SeropédicaAno: 1993Idealizador(a): Universidade Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)Área de Abrangência: Seropédica (RJ)Resumo: O Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente (CAIC) de Seropédica nasceu em 1993, a partir da solicitação de estudantes dos cursos de licenciatura do campus central da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) que desejavam experimentar processos de educação integral como educadores ainda durante a graduação. O centro foi implementado no município de Seropédica, distante a 75 quilômetros da capital, e tinha como objetivo a maior integração da comunidade com o processo escolar e o acompanhamento dos estudantes de licenciatura desde a pré-escola até a graduação. O projeto ainda existe no município e também foi ampliado a outras regiões do Rio de Janeiro.
Referências:
Coutinho, Maria Angélica. A história da educação integral em Seropédica a experiência do CAIC.VII Congresso Brasileiro de História da Educação: Circuitos e fronteiras na história da educação no Brasil. De 20 a 23 de Maio de 2013. Mato Grosso: UFMT/ Instituto da Educação, 2013. Acesso em 25 de Junho de 2013.
1990
1990-Cidades-EducadorasProjeto/ Programa: Cidades EducadorasAno: 1990Idealizador(a): Associação Internacional de Cidades Educadoras (AICE).Área de Abrangência: Barcelona e, posteriormente mais de 450 cidades ao redor do globo.País: De início, Espanha e, hoje, em torno de 40 países.Resumo:: O conceito de cidades-educadoras surgiu em 1990, após realização do I Congresso Internacional de Cidades Educadoras, realizado em Barcelona, na Espanha e tem como proposta que a cidade seja um ambiente comunitário e educador, valorizando o aprendizado vivencial, que envolve todos os cidadãos. Na cidade educadora, todos os espaços podem servir para o processo de aprendizagem e a escola deixa de ser um espaço isolado para se juntar às outras experiências educativas que acontecem na cidade. Para ser reconhecido como uma cidade educadora, o município precisa preencher uma série de requisitos e compromissos indicados pela Associação Internacional de Cidades Educadoras (AICE).
Referências:
Associação Internacional de Cidades Educadoras
1980
1980-Centros-Integrados-de-Educacao-PublicaProjeto/ Programa: Centros Integrados de Educação Pública (CIEPs)Ano: 1980Idealizador(a): Darcy RibeiroÁrea de Abrangência: Rio de Janeiro (RJ)Resumo: Os Centros Integrados de Educação Pública (CIEPs) foram idealizados pelo sociólogo Darcy Ribeiro nos anos de 1980, a partir da experiência do Centro Educacional Carneiro Ribeiro, experiência da Bahia. Durante os dois mandatos do então governador Leonel Brizola (PDT), foram criados aproximadamente 500 prédios escolares que respondiam a uma estrutura denominada “Escola Integral em horário integral”. Os CIEPs atendiam crianças e adolescentes em turnos estendidos e buscavam oferecer, além das atividades pedagógicas tradicionais, outras possibilidades educativas, recreativas e culturais e amparo assistencial, como atenção básica à saúde e alimentação aos estudantes.
Referências:
Ministério da Educação, Educação integral: texto referência para o debate nacional. – Brasília : Mec, Secad, 2009.
1960
1960-Escolas-classe-e-Escolas-parqueProjeto/ Programa: Escolas-classe e Escolas-parqueAno: 1960Corrente filosófica: Movimento Escolanovista (Educação Nova)Idealizador(a): Anísio Teixeira e Darcy RibeiroÁrea de Abrangência: Brasília (DF)Resumo:Em 1960, Anísio Teixeira junto ao antropólogo Darcy Ribeiro e outros importantes nomes da educação brasileira, criaram o Plano Humano do Distrito Federal. Com a fundação da cidade de Brasília foram inaugurados vários centros educacionais, construídos na mesma perspectiva do Centro Educacional Carneiro Ribeiro, implementado em Salvador, na Bahia. O Centro de Educação Elementar, pioneiro entre as iniciativas na capital, era formado por diversos prédios escolares, que abrigavam jardim de infância, escolas-classe e uma escola-parque. Foram construídas escolas-classe e escolas-parque, onde eram realizadas atividades variadas, na mesma perspectiva da formação desenvolvida na proposta baiana. O sistema idealizado por Anísio Teixeira possibilitou também a criação da Universidade de Brasília (UNB) e do Plano para a Educação Básica, importantes marcos na discussão de uma agenda pública de educação para todos os cidadãos brasileiros.
Referências:
Ministério da Educação, Educação integral : texto referência para o debate nacional – Brasília: Mec, Secad, 2009.
1950
1950-Centro-Educacional-Carneiro-RibeiroProjeto/ Programa: Centro Educacional Carneiro RibeiroAno: 1950Idealizador(a): Anísio TeixeiraÁrea de Abrangência: NacionalResumo:Entre os estudiosos que assinaram o Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova, destaca-se o educador Anísio Teixeira (1900 -1971), que em 1948 foi secretário de educação e saúde do governo de Otávio Mangabeira, na Bahia. Anísio Teixeira foi responsável pela implementação do primeiro modelo de Educação Integral bem sucedido no Brasil, com a criação do Centro Educacional Carneiro Ribeiro (CECR), em Salvador, em 1952. Nesse modelo, as atividades escolares aconteciam nas chamadas escolas-classe no turno básico e nas Escolas-Parque no contraturno, complementando a aprendizagem em sala de aula. Haviam quatro escolas-classe com mil alunos cada uma, construídas ao redor de uma única escola-parque com capacidade para 4 mil estudantes em turnos alternados. A escola-parque tinha como objetivo oferecer uma Educação Integral, garantindo à criança alimentação, atividade esportiva e artística, higiene, maior socialização, além de preparação para o mundo do trabalho e de discussões permanentes sobre cidadania e cultura colaborativa.
Referências: 
Biblioteca Virtual Anísio Teixeira
1932
1932-Manifesto-dos-Pioneiros-da-Educacao-Nova

Projeto/ Programa: Manifesto dos Pioneiros da Educação NovaAno: 1932Idealizador(a): Fernando de Azevedo, Anísio Teixeira, Cecília Meireles e outros 23 intelectuais brasileiros.Área de Abrangência: NacionalResumo: O manifesto dos Pioneiros da Educação Nova, redigido por 26 importantes intelectuais brasileiros, foi lançado em 1932 e teve como objetivo implementar um sistema de Ensino Público no Brasil que integrasse diferentes frentes de aprendizagem: leitura, aritmética, escrita, ciências físicas e sociais, artes industriais, desenho, música, dança, educação física, saúde e alimentação. No manifesto a escola era descrita como um elemento vivo, que pode sofrer alterações conforme o meio social onde está inserida. A influência da família e de toda a sociedade no processo educativo já aparecem na declaração como uma necessidade real para alcançar um modelo educacional eficiente.


Referências:
AZEVEDO, Fernando. et al. Construção educacional no Brasil: ao povo e ao governo; manifesto dos Pioneiros da Educação Nova. São Paulo: Nacional, 1932. Disponível na plataforma brasileira de obras em Domínio Público





INÍCIO 


var linkwithin_site_id = 2445455; Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...http://www.linkwithin.com/widget.js

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s