é nada

tudo o que se possa ou que se queira dizer, é nada diante de oceanos de indiferença e negação


escarrar palavras a respeito de alguém com ouvidos distantes, é burrice


os que violam palavras nunca entenderão os que as amam


palavra é coisa delicada e forte, é coisa que quebra e não tem volta


a palavra de nada vale para aqueles que a pisoteiam


palavras cuspidas à toa são piores do que catarro seco em calçadas imundas

palavras não são escarros, só se forem cuspidas por um(a) artista

para quê emparedar palavras?

trilhões de boas palavras atrasadas perdem disparado de atos ruins rotineiros


palavra boa é palavra fresca, colhida na hora

quem cospe  palavras vãs demais, pode ficar afônico pra sempre 

as palavras precisam sair voando sempre, senão ficam doentes

palavra doente,  ou vira  confete jogado em velório, ou vira morador de rua falando sozinho


palavra vencida, se for emitida a bons ouvidos, ganha prazo estendido de validade


nadia gal stabile – 23 03 2016





INÍCIO 

var linkwithin_site_id = 2445455; http://www.linkwithin.com/widget.jsRelated Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s